SAÚDE

E a muriçoca? Cientistas estudam se outros mosquitos também podem transmitir a zika

Especialista encontrou o vírus em glândulas salivares do Culex quinquefasciatus. Hoje, evento discute chicungunha, zika vírus e dengue

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/03/2016 às 7:18
Leitura:


Cientistas e médicos participaram do Primeiro Encontro Mundial sobre Aarboviroses, na sede da Fiocruz, que terminou nesta quarta-feira (2). Mais de 250 profissionais de todo o mundo participaram do encontro, que também discutiu o aumento no número de casos de microcefalia e a relação do zika com a síndrome de Guillain-Barré.

Os resultados preliminares de um estudo desenvolvido pela Fiocruz Pernambuco foram divulgados durante o evento e sugerem que o Culex quinquefasciatus, conhecido como muriçoca, também pode ser um vetor de zika. O estudo, liderado pela bióloga Constância Ayres Lopes, conseguiu detectar a presença do zika em alta carga viral na glândula salivar do Culex. Resta agora saber se esses vírus são transmitidos ao ser humano.

Sobre a criação da vacina contra o zika, os participantes falaram que ainda deve demorar 5 anos para ser criada. O infectologista Ernesto Marques, membro de um centro de elaboração de vacinas, fala sobre o que dificulta a produção rápida do medicamento.

Nesta quinta-feira (3), o evento “Arboviroses: chikungunya, zika vírus, dengue - um desafio” discute o aumento do número de casos das doenças e as formas de prevenção. O seminário será realizado na Faculdade de Medicina da UPE, em Santo Amaro, a partir do meio-dia.

Mais Lidas