EDUCAÇÃO MUNICIPAL

Antes mesmo de começar, greve dos professores do Recife é considerada ilegal pela Justiça

De acordo com o sindicato, a categoria não foi notificada da decisão e os docentes não vão às salas de aula hoje

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/03/2016 às 6:34
Leitura:
Foto: reprodução/facebook do Simpere


A greve dos professores da Rede Municipal do Recife está prevista para começar nesta terça-feira (8), mas já é considerada ilegal. O desembargador do Tribunal do Justiça de Pernambuco, Marco Magi, acatou pedido da Prefeitura e alegou que a paralisação dos docentes afeta os alunos da cidade. A decisão foi tomanda na noite dessa segundas-feira (7).

De acordo com o Sindicato dos Professores do Recife (Simpere), a categoria não foi notificada da decisão e os docentes não vão às salas de aula hoje. A diretora do sindicato, Claudia Ribeiro, diz que a agenda de mobilização está mantida para hoje de manhã.

Os professores pedem que a Prefeitura cumpra a Lei do Piso do Magistério, que reajusta os salários dos docentes em 11,36%. A Prefeitura só aceitou reajustar os salários dos profissionais que possuem o magistério, num claro desprestígio aos professores que possuem o nível superior.

Mais Lidas