PARALISAÇÃO

Greve dos servidores do Detran chega ao 10º dia sem avanço nas negociações

A categoria cobra uma reposição salarial de 33,25 % e vale refeição no valor de R$ 250

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/03/2016 às 15:31
Leitura:
Foto: JC Imagem


A greve dos servidores do Detran chega ao décimo dia, nesta segunda-feira (14), sem avanço nas negociações.

Segundo os vigilantes que atendem na portaria da sede do órgão, no bairro da Iputinga, Zona Oeste do Recife, 30% das provas práticas estão sendo realizadas apenas pela manhã. As provas teóricas, no período da tarde, até 13h. Os demais serviços estão paralisados.

Mas, de acordo com o Detran, apenas as unidades dos shoppings e também as Ciretrans no interior do estado funcionam de forma parcial para os seguintes serviços: abertura de processo da primeira carteira de habilitação, abertura de processo de renovação da CNH, captura de imagem, entrega de documentos, permissão internacional para dirigir e a segunda via da CNH e também do certificado de registro e licenciamento do veículo.

Lélia Perlim traz os detalhes:

De acordo com o presidente do Detran-PE, Charlees Ribeiro, não haverá qualquer diálogo com o Sindicato dos Servidores do Detran (Sindetran) até a categoria volte ao trabalho.

A previsão é de que a próxima assembleia do Sindetran ocorra no próximo dia 22 de março. O movimento grevista foi julgado ilegal pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) e a multa por dia paralisado é de R$ 30 mil.

A categoria cobra uma reposição salarial de 33,25 % e vale refeição no valor de R$ 250.

Mais Lidas