EDUCAÇÃO

Em greve, professores do Recife protestam "dando sangue" no Hemope

O movimento pede o cumprimento da Lei do Piso, além de se posicionar contra a terceirização, o parcelamento dos salários e a reorganização das escolas.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/03/2016 às 11:22
Leitura:
Foto: Clarissa Siqueira/Rádio Jornal


Esta quarta-feira (16) é o segundo dos três dias da paralisação dos servidores da educação que ocorre em 12 estados e é organizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). O movimento pede o cumprimento da Lei do Piso, além de se posicionar contra a terceirização, o parcelamento dos salários e a reorganização das escolas.

Em Pernambuco, a adesão é parcial. Em algumas escolas, as aulas acontecem em um horário e em outros não. Saiba mais na reportagem de Rafael Carneiro:

No Recife, a greve dos professores municipais já passa de uma semana, apesar da Justiça ter decretado o movimento ilegal. Os professores pedem reajuste salarial de 11,36% para todos os profissionais, além de melhorias nas condições de trabalho.

Para marcar o dia, os professores da rede municipal do Recife foram ao Hemope realizar um protesto diferente contra a Prefeitura. Eles doaram sangue em analogia à expressão “dar o sangue pela profissão”. Saiba mais na reportagem de Clarissa Siqueira:

Mais Lidas