MANIFESTAÇÕES POLÍTICAS

Quarta-feira é marcada por manifestações contra o governo em várias cidades do país

Manifestantes foram as ruas em várias cidades do Brasil para protestar contra a nomeação de Lula para Ministro da Casa Civil

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/03/2016 às 23:18
Leitura:
Manifestação na Avenida Boa Viagem
Foto: Marcela Maranhão/ Rádio Jornal

Na noite desta quarta-feira (16), moradores do bairro de Boa Viagem foram as ruas em protesto contra a nomeação do ex-presidente Lula para Ministro da Casa Civil. A caminhada foi acompanhada de panelaço que seguiu pela avenida Boa Viagem.

Confira os flashs da repórter Marcela Maranhão:

A mobilização dos protestos aconteceu em algumas capitais do país depois que, o Juiz Sérgio Moro derrubou o sigilo das investigações da 24º etapa da Operação Lava Jato e divulgou o grampo de ligação telefônica trocada entre Lula e a presidente Dilma Rousseff.

Confira o vídeo do Panelaço no Recife:

A ligação foi entendida como uma estratégia para evitar uma suposta prisão do ex-presidente Lula, que como Ministro, passa ter foro privilegiado. Esse privilégio é concedido a autoridades políticas que passam a ser julgados em tribunal diferente ao de primeira instância. Neste caso, ele seria investigado pelo Supremo Tribunal Federal e não pelo Tribunal Federal comandado pelo Juiz Sérgio Moro.

Confira os áudios divulgados das ligações de Lula:

Conversa com Dilma

- Dilma: Alô
- Lula: Alô
- Dilma: Lula, deixa eu te falar uma coisa.
- Lula: Fala, querida. Ahn
- Dilma: Seguinte, eu tô mandando o 'Bessias' junto com o papel pra gente ter ele, e só usa em caso de necessidade, que é o termo de posse, tá?!
- Lula: Uhum. Tá bom, tá bom.
- Dilma: Só isso, você espera aí que ele tá indo aí.
- Lula: Tá bom, eu tô aqui, fico aguardando.
- Dilma: Tá?!
- Lula: Tá bom.
- Dilma: Tchau.
- Lula: Tchau, querida.

Nota oficial do Planalto

Foto: reprodução/Portal Planalto

Depois da divulgação da ligação trocada entre o ex-presidente Lula e a presidente Dilma, o Planalto publicou em nota que, remarca a posse do Ministério da Casa Civil para esta quinta-feira (17) às 10h.

A nota busca explicar o teor das informações trocadas entre Dilma e Lula, além de afirmar que vão ser tomadas todas as medidas judiciais e administrativas contra, o que eles consideram como "flagrante violação da lei e da Constituição da República" promovido pelo o juiz autor do vazamento.

Além de Lula, vão tomar posse nesta quinta-feira os Ministros Eugênio Aragão, Ministro da Justiça; Mauro Lopes, Secretaria de Aviação Civil; e Jaques Wagner, Ministro-Chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República.

Nota da Polícia Federal

A Poícia Federal esclareceu em nota, a polêmica que se formou diante da divulgação da gravação telefônica entre Lula e Dilma.

Em referência à matéria “PF gravou Dilma e Lula após Moro interromper interceptação telefônica”, a Polícia Federal esclarece:


1 – A interrupção de interceptações telefônicas é realizada pelas próprias empresas de telefonia móvel;

2 – Após o recebimento de notificação da decisão judicial, a PF imediatamente comunicou a companhia telefônica;

3 – Até o cumprimento da decisão judicial pela companhia telefônica, foram interceptadas algumas ligações;

4 – Encerrado efetivamente o sinal pela companhia, foi elaborado o respectivo relatório e encaminhado ao juízo competente, a quem cabe decidir sobre a sua utilização no processo.

Manifestações no Brasil

Manifestação em Brasília
Foto: Romoaldo Souza/ Rádio jornal

Em várias cidades brasileiras, manifestações foram organizadas em protesto à nomeação de Lula para Ministro da Casa Civil, depois da divulgação de algumas gravações dos grampos telefônicos do agora Ministro. Em São Paulo, de acordo com a Polícia Militar, cerca de sete mil pessoas ocupam as faixas da Avenida Paulista.

No Rio de Janeiro, um grupo ocupa todas as faixas da Avenida Atlântica, na praia de Copacabana. Duas mil pessoas também se reúnem no centro de Belo Horizonte, capital mineira, vestidas com camisas de verde e amarelo.

Os manifestantes gritam frases de ordem contra a nomeação de Lula e pedem a renúncia da presidente Dilma. No início da noite, em frente ao Palácio do planalto onde mais de duas mil pessoas protestam, um tumulto tomou conta do ambiente.

Confira o flash do repórter correspondente de Brasília, Romoaldo Souza:

Mais Lidas