RITO

Três pernambucanos na comissão do impeachment da presidente Dilma

A comissão é formada por 65 deputados federais

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 17/03/2016 às 14:40
Leitura:
Foto: Agência


Foi nomeada, há pouco, a comissão do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Quatro dos integrantes anunciados na tarde desta quinta-feira (17) são de Pernambuco.

Os deputados pernambucanos escolhidos foram: Fernando Filho e Tadeu Alencar, do PSB, Mendonça Filho (DEM) e Silvio Costa (PTdoB). Os partidos que têm mais representatividade nessa comissão são: PMDB e PT, com oito; em seguida vem o PSDB, com seis; Partido Progressista (PP), com cinco deputados; PR, PSD e PSB, com quatro; Democratas e PTB, com três; PRB, Solidariedade, Partido Social Cristão, PDT e Pros, com dois representantes cada. Psol, PTdoB e PHS cada um tem um representante.

Os detalhes na reportagem de Romoaldo de Souza:

Deputado pernambuco Silvio Costa (PTdoB)
Deputado Tadeu Alencar (PSB)
Deputado Fernado Filho (PSB)

A comissão é formada por 65 deputados federais. Depois de composta essa comissão, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, deu prosseguimento à eleição. Depois da eleição, com voto secreto, conforme determinou o Supremo Tribunal Federal (STF), aí a comissão vai fazer uma reunião só com os 65 membros para escolher o presidente e o relator.

Feito este processo, aí é que começa a contar o prazo para que a presidente Dilma Rousseff se defenda. Ela tem 10 sessões para se defender, o que não significa, necessariamente, dez dias. Pode acontecer até três ou quatro sessões por dia.

Mais Lidas