RECIFE

Presidente do Sindicato dos Taxistas nega agressão contra motorista do Uber

Presidente do sindicato se pronunciou sobre confusão envolvendo taxistas e motorista do Uber, presenciada por duas passeiras e disse que só existe boato

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 22/03/2016 às 17:05
Leitura:
Foto: Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas


Está a cargo do delegado Charles Gultiergue, titular da Delegacia de Casa Amarela, na Zona Norte, o caso de uma confusão entre taxistas do Recife e motoristas do serviço de transporte particular Uber. Um boletim de ocorrência foi registrado depois que duas mulheres presenciaram o impasse entre taxistas e um motorista do Uber, em Casa Forte, no último domingo (20).

As mulheres relataram à polícia que ao embarcarem no veículo, um táxi encurralou o motorista particular e depois outros taxistas se aproximaram para impedir a passagem do veículo.

Confira os detalhes na reportagem de Suelen Fernandes:

O delegado Charles Gultiergue disse que a polícia está procurando imagens de câmeras de vigilância que possam auxiliar nas investigações.

Em conversas realizadas por aplicativo de mensagens, supostos taxistas do Recife se dizem desmoralizados com o funcionamento do Uber na cidade e ameaçam reagir com violência. O presidente do Sindicato dos Taxistas do Estado, Everaldo Menezes, nega qualquer investida. "Só existe boato, não é nada concreto", disse. "A gente pede para que ninguém haja com violência. Estamos agindo com democracia, procurando os órgãos responsáveis", garantiu.

Na próxima segunda-feira, dia vinte e oito, está marcada uma reunião entre representantes dos taxistas e deputados estaduais na assembleia legislativa de Pernambuco. O objetivo é cobrar do poder público a proibição do funcionamento do Uber.

Mais Lidas