FUTEBOL

Sport responde a provocação do presidente do Flamengo

Título brasileiro de 1987 ainda repercute entre as equipes

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/03/2016 às 0:33
Leitura:
Charge: Miguel/JC

Fazer algum tipo de menção a qualquer confronto entre Sport e Flamengo, vem sempre a lembrança da eterna briga pelo título do Campeonato Brasileiro de 1987. Para a equipe rubro-negra pernambucana, não há dúvidas sobre o título, que é inclusive reconhecido pela justiça, o único do leão desse campeonato.

Já para o Flamengo, que vive essa briga eterna, o título significaria o hexacampeonato brasileiro, e a posse da famosa taça das bolinhas.
E sempre quando acontece qualquer tipo de entrevista, a imprensa coloca lenha na fogueira sobre o assunto. Principalmente com algum dirigente do Flamengo, equipe que tem uma luta incessante para conseguir formalmente esse título.

Nesta terça-feira (22), o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, foi o convidado do programa Bola da Vez, do canal ESPN Brasil, e mais uma vez a polêmica veio a tona. Questionado por um dos apresentadores do canal, o jornalista Juca Kfouri, o dirigente esquentou mais ainda os bastidores.

“Eu não estou muito preocupado com a posse física da Taça das Bolinhas nem com reconhecimento da justiça. Campeão de 1987 é o Flamengo, todo mundo sabe. Os torcedores do Sport sabem também, mas isso faz parte do folclore do bom humor pernambucano, que acha que o Oceano Atlântico é formado pelo encontro das águas do Capibaribe e do Beberibe, que acha que a Rádio Jornal do Commercio de Recife fala para o mundo. Da boca para fora, acha que o Sport é o campeão de 1987", afirmou o presidente da equipe carioca.

Confira a declaração do presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello na íntegra:

Após a alfinetada, e diante da repercussão que se tornou gigante entre os rubro-negros pernambucanos, o Sport soltou uma nota oficial.

"A propósito das declarações do presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello, no programa "Bola da Vez" do canal ESPN, em que se refere ao título do Sport pelo Campeonato Brasileiro de 1987 como "folclore", entendo que as brincadeiras são normais entre torcedores de clubes de futebol.
Porém, a sociedade está precisando de líderes que respeitem as instituições.

Tal provocação desrespeita o estado de Pernambuco, os pernambucanos e o Judiciário. Além disso, a colocação do presidente traz à tona a injusta fama de que os cariocas, em geral, não levam nada a sério.

João Humberto Martorelli

Presidente do Sport Club do Recife".

Além do Sport, a Rádio Jornal acabou também sendo citada pelo presidente do Flamengo, de forma irônica, com o slogan "falando para o mundo", existentente e conhecido em todo mundo desde o dia 3 de Julho de 1948, data de fundação.

Mais Lidas