APAC

Chuva forte causa estragos também no interior do estado

São José do Egito, no Sertão, registrou chuvas de 215 milímetros

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 30/03/2016 às 16:07
Leitura:
Barragem de Jucazinho, no Agreste
Foto: Reprodução/ TV Jornal


As chuvas que caíram nas últimas 24 horas trouxeram prejuízos em todo estado. Canais inundados, casas e lojas cheias d’agua somaram estragos em várias regiões.

Em Rio Formoso, na Mata Sul pernambucana, foram registrados 111 milímetros. A chuva provocou deslizamentos de terra e duas famílias que ficaram sem casa foram encaminhadas para residência de parentes.

Em Barreiros, também na Mata Sul, foram 107 milímetros e 30 famílias desalojadas por conta da inundação no Rio Una. São José do Egito, no Sertão, registrou chuvas de 215 milímetros e a chuva derrubou uma residência, mas não há registro de vítimas. O índice foi o maior do ano no estado, de acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

Mesmo com os estragos, no Sertão a precipitação foi positiva para abastecer os reservatórios de água na região, como explicou o presidente da Compesa, Roberto Tavares. “Nós vamos voltar a abastecer depois de mais de dois anos”, disse.

Confira os detalhes na reportagem de Suellen Fernandes:

Ainda de acordo com o presidente, em Belo Jardim, no Agreste, choveu 16 milímetros e não foi suficiente para encher a barragem. Já em Gravatá o reservatório está cheio por conta do abastecimento feito na Semana Santa por meio de caminhão pipa.

Mais Lidas