PROTESTO

Uma semana depois, grupo volta a ocupar a Avenida Norte por moradia

Representantes de 120 famílias pedem a entrega do Conjunto Vila Brasil I, que começou a ser construído em 2010, ou o pagamento auxílio moradia.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/04/2016 às 9:44
Leitura:
Foto: Rafael Carneiro/Rádio Jornal


Uma semana se passou entre o protesto de representantes de 120 famílias da Comunidade Solange Souza na manhã da última segunda-feira (28) e hoje, mas nada mudou. Por volta das 6h40 desta segunda-feira (4), os líderes comunitários voltaram a bloquearam o cruzamento da Avenida Norte com a Avenida João de Barros no bairro da Encruzilhada, Zona Norte do Recife, em protesto por moradia.

o grupo ocupa, desde janeiro, Conjunto Habitacional Vila Brasil I, que começou a ser construído em 2010 e ainda não foi concluído. Eles querem chamar atenção da Prefeitura do Recife para a necessidade da entrega do residencial ou o pagamento auxílio moradia. Saiba mais na reportagem de Rafael Carneiro:

De acordo com o coordenador geral do Movimento Revolucionário Cidadão, Eraldo Lira, "são 120 famílias que precisam de um lugar para morar. Nós queremos um lugar decente e no final do mês não ficar apavorados com o aluguel". Durante o protesto, que começou por volta das 7h e durou cerca de duas horas, o tráfego ficou complicado, tanto no sentido cidade, quanto no sentido subúrbio. O bloqueou alguns trechos da Avenida Norte e alterou o local diversas vezes.

Mais Lidas