MISTÉRIO

Adolescentes vão ter investigação priorizada pelo DPCA

As adolescentes de 13 e 14 anos estavam desaparecidas desde o domingo e foram encontradas nessa segunda-feira

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/04/2016 às 14:28
Leitura:
Foto: JC Imagem


A polícia vai pedir prioridade ao Instituto de Medicina Legal (IMIL) na entrega dos resultados dos exames realizados nas duas garotas de 13 e 14 anos que estavam desaparecidas. Os testes toxicológicos, traumatológicos e sexológicos foram feitos na noite dessa segunda-feira (4). A informação foi repassada pelo delegado responsável pelo caso.

O desaparecimento das meninas repercutiu nas redes sociais entre o domingo e segunda-feira. As adolescentes relataram à polícia que foram sequestradas no Condomínio Morada Recife Antigo, na Avenida Abdias de carvalho, na Zona Oeste da capital pernambucana, e dopadas por três homens. Elas foram localizadas no Espinheiro, Zona Norte do Recife, e conduzidas à delegacia do bairro.

O pai de uma das meninas, César Ramalho, comenta aliviado sobre o aparecimento da filha. “Você pega uma ligação que sua filha apareceu você vai desesperado para ver se é verdade mesmo. Graças a Deus, as duas apareceram segura em estado de saúde”, disse, falando que as meninas estavam muito cansadas.

O gestor do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA), responsável pelo caso, Ademir Oliveira, disse que vai investigar para descobrir as circunstâncias do fato e identificar suspeitos.

Mais Lidas