PRF

Grupo é preso por tráfico interestadual de drogas com 10 kg de maconha

A droga teve origem do Paraguai e seria entregue no município de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/04/2016 às 17:11
Leitura:
Droga encontrada duranet a abordagem
Foto: Divulgação/ PRF

Policiais civis da Delegacia de Proteção ao Narcotráfico (Denarc) investigam a atuação em Pernambuco da facção criminosa Comando Vermelho, do estado do Rio de Janeiro. As investigações sobre o tráfico de drogas envolvendo o comando, começaram com a prisão, nesta quarta-feira (6), de uma mulher, de 40 anos, na BR-101, em Igarassu, Grande Recife.

A suspeita foi detida pela Polícia Rodoviária Federal depois de uma fiscalização de rotina em um ônibus de viagens interestaduais. Um cão farejador encontrou 10 quilos de maconha pronta para o consumo dentro da mala dela. Ao redor do entorpecente, estavam selos do comando vermelho.

De acordo com o assessor de comunicação da Polícia Rodoviária Federal, Cristiano Mendonça, a droga teve origem do Paraguai, mas a mulher teria pego os pacotes em São Paulo, seguido para Fortaleza e depois iria entregar o material no município de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife.

Confira os detalhes na reportagem de Clarissa Siqueira:

Outros 13 quilos de maconha e meio quilo de cocaína foram apreendidos pela Polícia Civil na UR-11, Ibura, Zona Sul da capital pernambucana. Depois de dois meses de investigações sobre o tráfico de drogas no bairro, os policiais descobriram que um dos pontos de abastecimento era próximo ao terminal de passageiros.

Ao abordar um táxi parado no local, encontraram dentro do carro o entorpecente. No veículo estavam os taxistas Fernando Paes Barreto Júnior, de 37 anos, Daniel Rodrigues da Silva, 32, e o desempregado Antônio Periandro Neto, de 24 anos. O gestor do Denarc, delegado João Leonardo, diz porque a apreensão da droga influencia para diminuir o tráfico na ur-11.

Os três homens foram autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação criminosa e foram encaminhados para o Cotel, em Abreu e Lima, no Grande Recife. Já a mulher, deve responder pelos crimes de tráfico interestadual e foi levada para a Colônia Penal Feminina do Recife, no bairro do Engenho do Meio.

Mais Lidas