MORADIA

Moradores do entorno do Complexo do Curado temem desapropriações

Estado vê como solução para os problemas do Complexo Prisional do Curado desapropriar moradias

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/04/2016 às 16:53
Leitura:
Foto: Reprodução/ TV Jornal

Após os últimos episódios de fuga e tumulto no Complexo Prisional do Curado, Zona Oeste do Recife, o Governo do Estado resolveu adotar algumas medidas emergenciais para evitar novos problemas dentro da unidade.

Dentre as soluções previstas pelo estado está a desapropriação de alguns imóveis localizados no entorno do complexo.

Quem mora próximo a localidade, como é o caso do funcionário público José Severino Ramos, teme a desapropriação do imóvel. “O problema da gente não é a retirada da casa é ficar na casa e tirar o presídio”, disse.

A advogada do movimento dos moradores, Shirley Rodrigues, fala da falta de compromisso do governo com a população local. “A resposta que a gente tem é por parte da imprensa”, disse. “Fazendo três meses, absolutamente nada foi trazido para os moradores”, denunciou a advogada, dizendo ainda que a resposta do Estado é sempre a mesma de que está sendo feito um levantamento.

Confira os detalhes na reportagem de Juliana Oliveira:

Após uma vistoria realizada dentro do presídio na manhã desta sexta-feira (8) pela comissão formada por técnicos da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos e da Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano do Recife foram identificados alguns pontos de comprometimento do local, como por exemplo: fragilidade e rachaduras nos muros que cercam o complexo.

A apresentação de uma proposta para melhorar a segurança no local também deve ocorrer até o fim da próxima semana. O prazo para início da execução das melhorias deve ter início em 180 dias.

Mais Lidas