REFÉM

Homem que manteve mulher refém no Recife ainda não se entregou à polícia

Humberto Vaz, 56, está trancado em casa na Iputinga e tem uma arma de fogo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 10/04/2016 às 14:39
Leitura:
PM, CIOE, Samu e Bombeiros estão em frente à casa do homem. Foto: Renata Andrade/Rádio Jornal


O homem que manteve a mulher refém durante 16h no bairro da Iputinga, na Zona Oeste do Recife, ainda não se entregou à polícia, mesmo após libertá-la. O corretor de imóveis Humberto Vaz, 56, está trancado em um quarto na casa onde mora, na Rua Barão do Livramento, e tem uma arma de fogo em mãos.

De acordo com o major Júlio Aragão, que está a frente do caso, já são 24h de negociação da polícia com o idoso. Além da Polícia Militar, estão envolvidos na operação a Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e uma equipe do Corpo de Bombeiros. A esposa de Humberto foi liberada na última madrugada, ilesa.

Ainda segundo o major, o principal objetivo da polícia, agora, é retirar o homem com vida da casa. Ele está sem energia, água ou alimentos e a polícia espera vencê-lo pelo cansaço. Também há informações de que o homem precisa de medicamentos. Mais de 40 policiais militares estão trabalhando no caso. Ouça o flash de Renata Andrade ao vivo do local:

Mais Lidas