POLÍTICA

Morre, aos 88 anos, senador e ex-prefeito Ney Maranhão

Senador Ney Maranhão estava internado no Hospital Jayme da Fonte

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 11/04/2016 às 10:17
Leitura:
Foto: Alexandre Severo/Arquivo JC Imagem


Morreu nesta segunda-feira (11) o ex-senador Ney Maranhão. Ele estava internado no Hospital Jayme da Fonte, que fica no bairro das Graças, Zona Norte do Recife. A informação foi confirmada em primeira mão pelo jornalista Jamildo Melo durante a Super Manhã com Geraldo Freire.

Ney Maranhão descobriu há poucos dias um câncer fulminante no fígado. O senador boiadeiro, trajava sempre terno branco e alpercatas de couro. O velório do ex-senador será realizado na tarde desta segunda, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O enterro deve ser realizado nesta terça-feira (12), em local ainda não definido pela família.

Ney de Albuquerque Maranhão foi prefeito do município de Moreno na legislatura de 1951 a 1954. No ano seguinte, se elegeu deputado federal, cargo que exerceu por quatro legislaturas (PTB-PE). Durante a Ditadura Militar, Ney teve o mandato cassado. Com a redemocratização, foi senador da República (1988-1995), pelos partidos Municipalista Brasileiro (PMB) e Reconstrução Nacional (PRN).

Durante os mandatos no Senado, ficou conhecido como "Senador Boiadeiro". Na política, Ney se destacou como membro aliado do ex-presidente Fernando Collor de Mello. Ney Maranhão foi um dos três senadores contra o impeachment do ex-presidente.

Em agosto do ano passado, o ex-senador participou de debate com Geraldo Freire sobre a relação entre o Direito e a Política. Na ocasião, Ney Maranhão contou sobre algumas crises e situações de passado, inclusive a derrubada João Goulard e a renúncia de Jânio.

Mais Lidas