ESTELIONATO

Polícia Federal investiga mulher que tentou sacar R$ 135 mil com documentos falsos

A Polícia Federal também está investigando comparsas da suspeita, que foi presa por estelionato.

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 11/04/2016 às 7:56
Leitura:
Foto: Divulgação/Polícia Federal


Reportagem de Suellen Fernandes

Leda Maria Nobre dos Santos, de 34 anos, foi presa em flagrante por tentativa de estelionato. Ela tentava sacar R$ 135 mil em uma agência da Caixa Econômica Federal, no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, usando documentos falsos.

Na tarde da última sexta-feira, funcionários do banco perceberam a investida e chamaram a Polícia Militar. Com um comparsa dele foram apreendidos um revólver calibre 38 e munições, além de documentos falsos como procurações e carteira de identidade.

O caso foi repassado para a Polícia Federal que está à frente das investigações. De acordo com o chefe de comunicação da PF em Pernambuco, Giovanni Santoro, a participação de outras pessoas no crime está sendo investigada.

No interrogatório, Leda informou que conheceu três homens suspeitos quando estavam tentando sacar valores numa empresa de concessão de empréstimos na qual ela trabalhava. O saque não foi obtido, porém os suspeitos voltaram a lhe procurar lhe oferecendo a proposta de obter senhas de clientes através de procurações e documentos falsos com o objetivo de sacar e transferir valores em dinheiro de forma fraudulenta. Por cada transação ela ganharia entre R$ 500 e R$ 1.000.

Ainda segundo a PF, ela disse que resolveu aceitar a proposta por estar passando por situação financeira difícil para sustentar seus três filhos. Em março, ela conseguiu transferir R$ 45 mil para conta dos comparsas. Em outra ocasião, foi feita um saque de R$ 5 mil e uma transferência no valor de R$ 145 mil.

Leda maria nobre dos santos está na colônia penal feminina bom pastor, localizada na Zona Oeste da Capital. Ela vai ficar à disposição da justiça até o julgamento.

Mais Lidas