VIOLÊNCIA

Chocolate do navio foi essencial para prender agressores da violinista

Violinista sérvia foi agredida ao sair de um navio, no Porto do Recife. Ela e uma turista brasileira foram atacadas por um homem e um adolescente

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/04/2016 às 15:20
Leitura:
Vera recebendo atendimento, no dia 2 de abril


Pedro Henrique Silva da Costa, de 21 anos e um adolescente, de 15 anos, confessaram o roubo e as agressões a violinista sérvia Vera Stefanovicos e a cantora lírica Thayana de Azevedo. Os dois foram detidos na segunda-feira (11), nove dias depois do crime.

Pedro, que agrediu a turista sérvia na cabeça com uma faca, está no Cotel, em Abreu e Lima, no Grande Recife. Já o menor de idade foi encaminhado para cumprir medida socioeducativa na Funase. Os dois moram na comunidade do Pilar, no bairro do Recife, próximo ao Terminal Marítimo de Passageiros, de onde as vítimas tinham acabado de sair quando foram abordadas.

De acordo com a Polícia Civil, que divulgou detalhes da prisão dos suspeitos nesta terça-feira (12), em depoimento, Pedro disse ter agredido Vera diante da negativa dela em dar a bolsa. A delegada titular do Turista, Verônica Azevedo, falou que a polícia chegou aos dois com a ajuda de denúncias anônimas e que não foi possível conversar com as vítimas.

Confira os detalhes na reportagem de Clarissa Siqueira:

Pedro já tem antecedentes criminais por furto. Na casa dele, a polícia encontrou um chocolate que tinha a marca do navio no qual as turistas desembarcaram. Essa pista foi essencial para encontrar os suspeitos, que foram detidos em locais distintos. O menor no bairro de Chão de Estrelas, no Recife, e o maior de idade em Jardim Paulista Baixo, na cidade do Paulista.

A polícia não conseguiu recuperar os objetos roubados das turistas. Pedro Henrique Silva da Costa, se condenado na justiça por roubo qualificado e corrupção de menores, pode ter uma pena de 4 a 10 anos de reclusão.

Mais Lidas