JULGAMENTO

PMs acusados de torturar adolescentes em 2006 são julgados no Recife

Os Policiais Militares também são acusados de matar dois adolescentes afogados

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/04/2016 às 10:05
Leitura:
Foto: Alexandro Auler/ acervo JC Imagem


Reportagem de Marcela Maranhão e Rafael Carneiro

Pode chegar ao fim nesta terça-feira (12), o pesadelo das famílias de adolescentes torturados e mortos por policiais militares no carnaval 2006. Sentam-se no banco dos réus hoje três dos 8 acusados pelo crime. A sessão acontece na primeira vara do Tribunal do Júri, que fica no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, área central do Recife.

Os PMs Eedvaldo Coelho Pereira Magalhães, Thiago Jackson Araújo e Weldes Felipe de Barros Silva estão sendo acusados de dois homicídios consumados e 12 tentativas de homicídio. Onze testemunhas vão ser ouvidas no julgamento, presidido pelo Juiz Ernesto Bezerra Cavalcanti.

De acordo com a denúncia, os policiais teriam obrigado 14 adolescentes a pular no Rio Capibaribe, e fazer a travessia nadando. Para isto, eles foram ameaçados com revólver desde a Ponte Joaquim Cardoso. Dois deles não sabiam nadar, e morreram afogados.

O primeiro julgamento do caso aconteceu no dia 20 de maio de 2015. Foram condenados a 96 anos de prisão, os policiais Aldenes Carneiro da Silva, José Marcondi Evangelista e Ulisses Francisco da Silva.

Na mesma ocasião, o policial Irandi Antônio da Silva foi absolvido. No dia 14 de julho do ano passado, o tenente Sebastião Antônio Félix, oficial acusado de comandar o grupo de militares, foi condenado a 150 anos e seis meses de prisão.

Mais Lidas