PRISÃO

Polícia prende homem suspeito de ter praticado assaltos a taxistas

Em 20 dias, oito táxis foram roubados no Recife. Polícia realiza diligências para identificar outros suspeitos que praticam o mesmo crime

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 14/04/2016 às 15:32
Leitura:
Foto: JC Imagem (Reprodução)


A Polícia Civil acredita que com a divulgação da prisão de Willians Henrique Pergentino da Silva, de 34 anos, suspeito de roubos a táxis no grande Recife, o número de denúncias das vítimas que reconheçam ele possa aumentar. Em 20 dias, oito táxis foram roubados no grande Recife, e de acordo com a polícia, os assaltantes agiram em todos os casos do mesmo modo.

Depois de solicitar o táxi na rua, já no destino, o passageiro ameaça o motorista com uma faca ou com um grampo, material de metal usado nos muros para proteção de casas. A maioria dos assaltos foram registrados nos bairros do Cordeiro, Madalena e Torre, na zona Oeste do Recife, o que, segundo o delegado titular da roubos e furtos de veículos, Diego Acioli, aponta que os crimes teriam sido praticados pelo mesmo grupo ou por conhecidos.

O delegado informou que o Willians agia sozinho e foi preso porque acabou sendo reconhecido. “Nós realizamos diligências e conseguimos efetuar a prisão”, disse.

O suspeito confessou o crime e admitiu ter roubado outros dois táxis, do mesmo modo, nos últimos dias. Ele tem antecedentes criminais por outros três roubos. O delegado Diego Acioli afirma que mantem contato com o sindicato dos taxistas para tentar diminuir o número das investidas. “Nesse último mês registramos pelo menos oito assaltos a taxistas como mesmo modo de ação, e nós, além da prisão desse indivíduo, estamos realizando diligências para identificar outras pessoas que praticam o mesmo tipo de crime. As investigações continuam”, completou.

A polícia orienta que quem possa ter sido vítima do Willians Henrique Pergentino da Silva, deve procurar a Delegacia de Roubos e Furtos de veículos, no bairro de Afogados. O suspeito foi autuado pelo crime de roubo e encaminhado para o Centro de Triagem, Cotel, em Abreu e Lima, no grande Recife.

Confira a reportagem de Clarissa Siqueira:

Mais Lidas