POLÍTICA

“O país morreu”, diz deputado Marco Feliciano

O deputado do Partido Social Cristão (PSC), Marco Feliciano, fez críticas ao governo e afirmou que vai votar a favor do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/04/2016 às 0:12
Leitura:

Foto: reprodução/internet

O deputado Marco Feliciano (PSC) comentou em entrevista nesta sexta-feira (15), que “é difícil neste momento separar razão da emoção”. Para ele “o país morreu” após passar as duas últimas semanas em uma suposta “UTI”. Feliciano afirmou ainda, que o Brasil não tem presidente, nem governo e, dessa forma “não vai a lugar nenhum”.

Ouça a reportagem do correspondente de Brasília, Romoaldo de Souza:

O deputado chamou o governo petista de mentiroso e culpou o partido pelo que ele considera, um país dividido. “O governo do PT, ele mentiu (...) ele brincou com os sentimentos e é por isso que o país está dividido desse jeito”, disparou.

Neste domingo (17) – dia da votação do processo de impeachment na Câmara dos Deputados – Feliciano disse que vai “tentar votar com a razão” em relação às pedaladas fiscais, mas também vai usar a emoção. “Também vou votar com a emoção. Saber o que eu sofri, o que a bancada evangélica sofreu aqui na casa, o preconceito que foi acirrado na nação”, justificou. Feliciano disse que o Partido dos Trabalhadores fez “miséria” com o povo e afirmou ainda, que espera uma ressurreição da nação brasileira.

Mais Lidas