CONFUSÃO

PM diz que arrastão no Dona Lindu foi organizado por redes sociais

Confusão aconteceu no mesmo bairro que a manifestação em favor do impeachment de Dilma. 98 pessoas foram detidas

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/04/2016 às 9:12
Leitura:
Parque leva o nome da mãe do ex-presidente Lula e foi inaugurado em 2011. Foto: Arquivo/JC Imagem


O Parque Dona Lindu, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife, foi, mais uma vez, palco de correria, brigas e furtos no início da noite do último domingo (17). Um arrastão programado pelas redes sociais aconteceu a poucos metros da mobilização a favor do impeachment da presidente Dilma. Desta vez, porém, a Polícia Militar agiu rapidamente e conseguiu deter 98 pessoas. Destas, 20 são maiores de idade e 78, adolescentes.

Segundo a PM, os detidos residem em comunidades próximas e marcaram o encontro através de redes sociais como o Whatsapp e o Facebook. Os menores foram levados para o plantão do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA), na Boa Vista, Centro do Recife, e foram liberados com a presença dos pais. O Conselho Titular ficou responsável pelos garotos e garotas que não tinham representante presente na Delegacia.

Os maiores de idade acabaram sendo fichados com um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO), na Central de Plantões, em Campo Grande, e em seguida liberados. Segundo a sargento Manoela Correia, alguns participantes da confusão escaparam do cerco policial no Dona Lindu:

PARQUE DONA LINDU

Desenhado por Oscar Niemeyer, o parque fica no bairro de Boa Viagem, um dos endereços mais nobres da capital pernambucana. O espaço leva o nome da mãe do ex-presidente Lula, a Dona Lindu, e foi inaugurado em 2011. Na época, o prefeito do Recife era João da Costa, também do PT.

Mais Lidas