TORCIDAS ORGANIZADAS

Clássico das Emoções é marcado por tumulto, violência e brigas de torcedores

Mesmo com efetivo da Polícia Militar reforçado, clima de caos tomou conta do Recife

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/04/2016 às 11:17
Leitura:

Até mesmo antes de começar a partida entre Santa Cruz e Náutico no Arruda, marcada para às 21h45, o medo já tomava conta das ruas do Recife. 442 policiais militares foram colocados para garantir a segurança do público. Dentro do estádio, ficaram 151. Na área externa e nas principais vias de acesso, 121. Nos Terminais Integrados, 70.

Mesmo assim, a confusão tomou conta do Recife e a sociedade se tornou, mais uma vez, refém. No T. I. Afogados, muito tumulto foi registrado, além de desrespeito às filas. O policiamento precisou ser reforçado. No T. I. da Macaxeira, a situação foi ainda pior, com muita correria e passageiros assaltados.

Mas o lugar que registrou as ocorrências mais graves foi, definitivamente, a Avenida Norte. Antes da partida, um tiroteio aconteceu na altura do antigo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS). Já depois do jogo, a avenida foi tomada por vândalos, arrastões e assaltos. 10 homens foram detidos e levados para a Central de Flagrantes. Saiba mais na reportagem de Renata Andrade:

Em dia de jogo, a Polícia Militar disponibiliza o Whatsapp do Torcedor, para denúncia de práticas criminosas. O número é (81) 9.8606-9880.

Mais Lidas