DILMA

Viagem de Dilma ao exterior gera interpretações diferentes para aliados e oposição

Alguns consideram a viagem importante para o momento político. Já outros, uma perda de tempo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/04/2016 às 10:09
Leitura:
Presidente viaja hoje para participar de evento da ONU. Foto: Reprodução


A presidente Dilma Rousseff viaja nesta quinta-feira (21) para Nova York, nos Estados Unidos, com o objetivo de participar de um evento da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre fatores climáticos. Na ocasião, devem ser assinados acordos internacionais sobre o tema. A presidente vai aproveitar, também, para falar sobre a atual situação política do Brasil com a comunidade internacional.

O momento da viagem, porém, está causando opiniões opostas no Congresso. O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) defendeu a presidente, considerando mais do que justo que ela participe do encontro e denuncie o processo de impeachment junto a representantes internacionais.

Já o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) disse que não viu motivos para a viagem da presidente aos Estados Unidos. Além de considerar uma perda de tempo, ele acredita que Dilma vai ser motivo de chacota durante a conferência. Para o vice Michel Temer, essa é uma oportunidade preciosa para ele voltar a sentar na cadeira de presidente.

Saiba mais na reportagem de Romoaldo de Souza:

Mais Lidas