CONTRA O IMPEACHMENT

Trânsito liberado após manhã de protestos na RMR e no interior

Atos foram organizados pelo Movimento Nacional de Luta pela Moradia

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 26/04/2016 às 14:35
Leitura:
Foto: Rafael Carneiro/ Rádio Jornal

Depois de uma manhã de protestos que interditaram o trânsito em várias ruas e estradas de Pernambuco a movimentação de veículos é tranquila no Recife e na Região Metropolitana. Os atos, que começaram por volta das 7h30 desta terça-feira (26), foram organizados pelo Movimento Nacional de Luta pela Moradia, formado por diversos grupos que pedem a reforma agrária, o direito à moradia e defendem os programas sociais do Governo Federal.

Por causa das mobilizações que tiveram pneus e entulhos queimados nas pistas, o trânsito ficou complicado na Avenida Agamenon Magalhães, saída de Olinda, na Avenida Norte, próximo à rua Cônego Barata, na Avenida Sul, entrada do Largo do Cabanga, na BR-101, próximo ao viaduto da Avenida Caxangá, na BR-101, km 53, em Paulista, e na BR-232, em Caruaru, em frente a UPA do município, no Agreste pernambucano.

O organizador do ato na Avenida Agamenon Magalhães, Jean Carlos, do Movimento de Luta e Resistência pelo Teto, disse que os protestos desta terça-feira (26) também foram contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

Confira os detalhes na reportagem de Clarissa Siqueira:

Ainda na Avenida Sul houve um princípio de tumulto entre a polícia e os manifestantes, que foi rapidamente controlado com o recuo dos policiais. Um dos manifestantes, armado, chegou a ameaçar quem tentava ultrapassar com as motos o bloqueio.

Com tudo isso, quem precisou chegar cedo aos locais de trabalho ou circular no Grande Recife, sofreu. O técnico em informática Fábio Almeida preferiu seguir andando até o centro do recife do que esperar.

Em Caruaru, a manifestação foi organizada por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Teto (MTST).

Mais Lidas