AUDIÊNCIA MARCADA

Lei Seca: mitos e verdades

O coordenador executivo e a coordenadora de educação da operação Lei Seca em Pernambuco esclareceram questões sobre o assunto

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 29/04/2016 às 23:34
Leitura:
Foto: reprodução/internet

A Audiência Marcada desta sexta-feira (29) tratou sobre as particularidades da Lei Seca, para esclarecer o assunto, o comunicador Ednaldo Santos conversou com o coordenador executivo e a coordenadora de educação da operação Lei Seca: Coronel Luciano Nunes e Kadilane Nascimento.

Os convidados falaram sobre os mitos e verdades do que pode ser detectado peloetilômetro popularmente conhecido como "bafômetro". "A operação Lei Seca trabalha em cima de percentual de álcool dentro do organismo (...) a gente tem um etilômetro para a medição dessa quantidade emitida pelos Pulmões”, explicou coronel Luciano Nunes.

Segundo ele: bombons de licor, enxaguante bucal, são mitos e não interferem no teste, que detecta o índice de álcool no organismo. Esses produtos, por se apresentarem dentro da cavidade bucal, não influenciam no resultado que é o obtido através da análise do ar expelido pelos pulmões.Segundo Luciano Nunes, caso uma pessoa tiver usado ou ingerido alguns desses produtos, basta informar ao policial e ele pedirá que ela aguarde um tempo de aproximadamente 20 minutos para refazer a medição.

Ouça na íntegra:

Mais Lidas