SAÚDE

Cerca de 60% do público alvo já foi vacinado contra a gripe em Pernambuco

Meta da campanha é imunizar pelo menos 1.676.769 pessoas até o dia 20 de maio

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 30/04/2016 às 16:35
Leitura:
Foto: Agência Brasil


A coordenadora do programa de imunização de Pernambuco, Ana Catarina Melo, incisiva na hora de responder sobre a gripe A H1N1. Para ela, o momento é de atenção, mas não há motivos para entrar em pânico. Neste sábado (30), Dia Da da campanha, Ana Catarina conversou com o comunicador Leonardo Boris e afirmou que a procura pela vacina está maior esse ano.

De acordo com Ana Catarina, cerca de 60% das vacinas que seriam enviadas pelo Ministério da Saúde já chegaram ao Estado e os outros 40% decem ser distribuídos em dois lotes. Até o dia 20 de maio, quando acaba a campanha de vacinação em Pernambuco, pelo menos 1.676.769 pessoas devem ter sido imunizadas, o que corresponde a 80% do público total, formado por 2.095.962 pessoas.

Na rede pública, a vacina contra a influenza é direcionada para os grupos prioritários. São eles: crianças de 6 meses a menores de 5 anos (ou seja, até 4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, idosos (a partir de 60 anos), povos indígenas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens entre 12 e 21 anos sob medidas socioeducativas.

A proteção da vacina contra a influenza dura cerca de um ano e reduz a possibilidade do agravamento dos casos. A imunização é contraindicada para quem tem alergia grave a ovo ou que já apresentaram reação alérgica à vacina anteriormente.

A coordenadora explica ainda que os estoques estão sendo repostos e que ninguém vai sair prejudicado pelo adiantamento da campanha, que começou em 18 de abril. Nas cidades onde não houver vacinas nos postos de saúde, o paciente deve procurar a secretaria de saúde ou a prefeitura.

Mais Lidas