BRASÍLIA

Procuradoria Geral da República aciona STF para investigar Dilma, Lula e três ex-ministros

Procurador Rodrigo Janot encaminhou pedido de abertura de inquérito ao STF alegando que os petistas são suspeitos de atrapalharem investigações da Operação Lava Jato

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 04/05/2016 às 9:13
Leitura:
Rodrigo Janot. Foto: Reprodução


O procurador geral da República Rodrigo Janot encaminhou ontem ao Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de abertura de inquérito para investigar a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula e o ex-ministro e advogado José Eduardo Cardozo. Os três são suspeitos de atrapalharem investigações da Operação Lava Jato. O pedido corre com sigilo. A tentativa de Dilma de empossar Lula na Casa Civil e dar ao ex-presidente a condição de ministro e, portanto, um foro privilegiado, seria o motivo alegado pelo procurador.

Cardozo foi quem organizou a operação para transformar Lula em ministro e, assim, escapar das investigações de Sérgio Moro. Com o foro, Lula só poderia ser investigado pelos ministros do STF. Outra operação montada pelo Palácio do Planalto para obstruir a Justiça teria sido a nomeação do ministro Marcelo Navarro para o Superior Tribunal de Justiça (STJ), com o compromisso de conceder liberdade aos empreiteiros presos na Lava Jato.

Em outro pedido de abertura de processo contra Lula, Janot pediu investigações para saber se houve trama destinada a comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobrás, Nestor Cerveró. Ele pediu, ainda, investigação contra os ministros Ricardo Berzoini, Edinho Silva e Jaques Wagner, da Secretaria de Governo, Comunicação Social e Gabinete da Presidência, respectivamente.

Ouça a reportagem de Romoaldo de Souza:

Mais Lidas