JUSTIÇA

Primeira audiência de instrução do caso Harlinton marcada por protesto

O rapaz de 20 anos morreu depois de ser arremessado de um ônibus no Cais de Santa Rita, em junho do ano passado

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 05/05/2016 às 16:21
Leitura:
Familiares em protesto no fórum
Foto: Lélia Perlim/ Rádio Jornal

Está sendo realizada na tarde desta quinta-feira (5) a primeira audiência de instrução do caso Harlinton dos Santos na 2ª Vara do Júri da Capital no Fórum Desembargador Rodolpho Aureliano, no bairro da Joana Bezerra, na área central do Recife.

O rapaz de 20 anos morreu depois de cair de um ônibus no Cais de Santa Rita, em junho do ano passado. Segundo testemunhas, o motorista José Cândido da Silva, de 62 anos, não abriu a porta do coletivo e ainda deu a partida, o que causou a queda e morte do garoto.

O estudante do curso de biologia da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) foi arremessado nas grades do terminal, fraturando a bacia e as costas e não resistiu aos ferimentos.

Confira os detalhes na reportagem de Lélia Perlim:

Além do motorista, denunciado pelo Ministério Público de Pernambuco por homicídio com dolo eventual, pois ele teria assumido esse risco de morte do passageiro, também foi denunciado pelo Ministério Público o cobrador Messias de Oliveira, de 31 anos. Pesa sobre ele, a acusação de ter mentido nos depoimentos.

Na audiência desta tarde, conduzida pela juíza substituta, Wilka Pinto Vilela Domingues da Silva, devem ser ouvidos o pai da vítima, os dois acusados, as testemunhas de defesa que não foram especificadas e as sete testemunhas de acusação, entre elas passageiros, um vigilante e um ambulante.

Antes do início da audiência, a família de Harlinton realizou um ato em frente ao Fórum vestindo camisas com a foto do garoto e carregando um cartaz.

Mais Lidas