CHUVAS

Distúrbio Ondulatório de Leste é a causa das chuvas intensas no Recife

As chuvas causaram transtornos na cidade nas últimas 24 horas. Na noite de ontem, um imóvel abandonado desabou na Rua da Glória

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 10/05/2016 às 7:38
Leitura:
Foi assim que ficou a Avenida Presidente Kennedy, em Peixinhos, Olinda. Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem


A Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) informou que um fenômeno climático chamado Distúrbio Ondulatório de Leste é a causa das chuvas intensas das últimas horas no Recife e Região Metropolitana. A novidade foi divulgada em um boletim na tarde da última segunda-feira (10), quando a chuva tomou conta de Recife e Olinda e instaurou o caos nas cidades.

O fenômeno funciona a partir do sistema de pressão atmosférica conhecido como Ondas de Leste, que surge no Oceano Atlântico, vindo da África, e chega ao Litoral do Nordeste. Ao encontrar brisas terrestres carregadas de umidade, formam-se tempestades e os ventos atingem mais de 50 km/h.

Na noite de ontem, um casarão em ruínas localizado no número 189 desabou parcialmente na Rua da Glória, bairro da Boa Vista. Ninguém ficou ferido, mas, como medida de precaução, seis famílias que residem nas proximidades foram levadas para casas de parentes e amigos. Para evitar outros transtornos, a Rua da Glória precisou ser interditada por tempo indeterminado pela Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU). O comandante da Guarda Municipal, Marcílio Domingos, diz que todas as medidas foram tomadas a tempo:



A previsão para esta terça-feira (10) em Pernambuco é de chuva na RMR, Zona da Mata e Agreste. Caso as previsões se confirmem, podemos ter a chuva mais intensa dos últimos 30 anos no Grande Recife. Diante do Clima, a rotina vai ser alterada hoje, com o cancelamento das aulas da manhã na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). O meteorologista Ricardo Pereira, da Apac, faz o alerta à população:

Nesta terça-feira (10), foi decidido que os restos do sobrado na Rua da Glória serão demolidos por risco alto de desabamento. O prédio estava sendo monitorado desde 2009 por causa da estrutura comprometida. Saiba mais na reportagem de Rafael Carneiro:

Mais Lidas