PRONUNCIAMENTO

Temer cogita privatizações e diz que vai manter programas sociais

Em discurso como presidente interino, peemedebista diz que vai priorizar economia

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 12/05/2016 às 20:50
Leitura:
Foto: Pedro Peduzzi/Agência Brasil

Em seu primeiro discurso oficial como presidente interino do Brasil, Michel Temer (PMDB), disse na tarde desta quinta-feira (12) que a prioridade do seu governo será a recuperação da economia. Porém garantiu que não vai haver cortes em programas sociais criados pelo governo do PT, como o “Minha Casa, Minha Vida” e o FIES. "Vamos manter os programas sociais. São ações que deram certo e devem continuar, ” prometeu.

Ouça na íntegra

Sobre a restauração da economia brasileira o pemedebista foi direto ao afirmar que "Nenhuma dessas reformas vai afetar os direitos dos brasileiros". Ele ainda cogitou possíveis privatizações em empresas estatais, porém não citou quais seriam.
4 pernambucanos foram nomeados para o integrar o novo ministério. O deputado federal, Mendonça Filho (DEM), assumiu o Ministério da Educação e Cultura. Bruno Araújo, deputado federal pelo (PSDB), ficou à frente da pasta das cidades e Raul Jungmann do (PPS) será o novo Ministério da Defesa. Fernando Coelho Filho, deputado federal pelo (PSB) e filho do senador Fernando Bezerra Coelho assumiu o comando do Ministério das Minas de Energia.

Leia também

Paulo Câmara se coloca à disposição do presidente interino, Michel Temer

Janaina Paschoal diz que fé lhe dava certeza sobre afastamento de Dilma

Economista lista pontos positivos e negativos para população com governo Temer

Sobre as motivações do impedimento da presidente afastada, Dilma Rousseff (PT), Michel Temer foi cauteloso e preferiu não comentar sobre o assunto. Ainda sobre as prioridades do país o presidente interino destacou a importância de unir Brasil "Unidos poderemos enfrentar os desafios desse momento que é de grande dificuldade, ” disse.

Mais Lidas