OPINIÃO

Déficit habitacional no Recife é de 60 mil

Este foi o tema da coluna A Cidade e o Cidadão desta quinta-feira

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 19/05/2016 às 16:56
Leitura:
Foto: Reprodução/ Internet

Na coluna A Cidade e o Cidadão desta quinta-feira (19), Graça Araújo conversou com a jornalista do Jornal do Commercio, Ciara Carvalho.

Em destaque, o déficit de moradia digna para quem precisa. No Recife, o déficit é de 60 mil. Para este ano, se tudo der certo, o cálculo da Prefeitura do Recife é entregar 1.200 apartamentos.

Por conta contingenciamento da crise financeira, houve redução da metade do orçamento para o programa Minha Casa, Minha Vida. O orçamento que era de R$ 15,5 bilhões para 2016 está em R$ 6,9 bilhões. Existe o auxílio do FGTS que financia o programa, mas a perspectiva é muito ruim.

Para piorar, o novo ministro das Cidades, o pernambucano Bruno Araújo, revogou na última terça-feira (17) a construção de 11.250 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida.

Para falar sobre a questão, a coluna ouviu Socorro Leite, da ONG Habitat para a Humanidade.

Confira os detalhes na coluna:

Mais Lidas