CORTES

Governo Temer suspende novas vagas do Pronatec e do Fies

Ação faz parte do corte de gastos previsto para o Ministério da Educação na gestão de Temer

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 23/05/2016 às 11:04
Leitura:
Foto: Reprodução


Programas de incentivo à educação e à profissionalização como Pronatec, ProUni e Fies não devem abrir novas vagas neste ano. Estes são efeitos imediatos das medidas de contingenciamento previstas para o Ministério da Educação na gestão do presidente interino Michel Temer.

Interlocutores do novo ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), disseram ao jornal O Estado de S. Paulo que ele pretende honrar até o fim as vagas que já foram contratadas, mas a perspectiva de abrir novas inscrições é apenas para o ano que vem. O novo governo assumiu o compromisso de dar continuidade aos programas educativos iniciados ou fortalecidos na Era PT.

Em 2015, 2 milhões de estudantes estavam matriculados em instituições privadas graças ao Fies, no qual foram investidos R$ 17,8 bilhões. Um ponto que preocupa Mendonça, segundo seus interlocutores, é a taxa bancária anual que o MEC paga às instituições para administrar o programa, hoje na casa do R$ 1,3 bilhão. Ele não estaria disposto a manter esse gasto para o ano que vem e tem dito aos colegas que pretende "renegociar" o valor.

Mais Lidas