LAVA JATO

Polícia Federal cumpre 29ª fase da Lava Jato no Recife, Rio e Brasília

Empresário do Recife é considerado foragido. A última etapa da Operação Lava Jato havia sido deflagrada em abril.

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 23/05/2016 às 7:01
Leitura:


A Polícia Federal cumpre nesta segunda-feira (23) a 29ª etapa da Operação Lava Jato. Ação acontece em Pernambuco, Rio de Janeiro e Brasília. Ao todo, foram expedidos seis mandados de busca e apreensão, um de prisão preventiva e dois mandados de prisão temporária. A 29ª fase foi apelidada de Repescagem. Ouça na reportagem de Rafael Carneiro:

De acordo com o chefe de Comunicação da Polícia Federal em Pernambuco, Giovani Santoro, o mandado de prisão contra Humberto do Amaral Carrilho não foi cumprido. O empresário do Recife está em veagem para fora do País. No caso do mandado de busca e apreensão cumprido no apartamento de Carrilho, no bairro de Apipucos, Zona Norte do Recife, o imóvel está em reforma e nada foi levado.

Humberto do Amaral Carrilho é considerado foragido. Na volta do empresário ao Brasil, ele fica obrigado a procurar a Polícia.

Segundo a PF, um dos investigados nesta fase é João Cláudio Genu, que foi assessor do ex-deputado federal José Janene e tesoureiro do Partido Progressista. O mandado contra ele é de prisão preventiva. O outro preso temporariamente são Lucas Amorim Alves. Ouça na voz de Romoaldo de Souza:

Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba. A prisão temporária tem prazo de cinco dias e pode ser prorrogada pelo mesmo período ou convertida em preventiva, que não tem prazo pré-determinado. Na prisão preventiva, o investigado fica preso à disposição da Justiça.

A investigação faz parte da Operação Lava Jato, que investiga os crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e corrupção passiva a ativa envolvendo verbas desviadas do esquema criminoso revelado no âmbito da Petrobras.

REPESCAGEM

A operação foi batizada de "Repescagem" em razão do principal investigado já ter sido processado no Mensalão e agora, novamente, na Lava Jato.

28ª FASE

A última fase da Lava Jato foi deflagrada em 12 de abril e terminou com a prisão do ex-senador Gim Argello (PTB-DF). Ele cumpre prisão preventiva no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, no Paraná. A 28ª etapa foi apelidade de "Vitória de Pirro".

Mais Lidas