VIOLÊNCIA

Polícia procura testemunhas da briga que resultou em morte em Vaquejada

Universitário de Jaboatão dos Guararapes foi morto durante Vaquejada de Machados, no Agreste

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 24/05/2016 às 9:07
Leitura:
Foto: Reprodução/Blog do Agreste


A Delegacia de Machados, no Agreste do Estado, inicia nesta terça-feira (24) coleta de depoimentos de testemunhas da briga que resultou na morte do universitário Emmerson de Azevedo Vasconcelos, 24, na Vaquejada de Machados. A polícia apurou que o estudante tentou separar uma briga quando foi esfaqueado por um desconhecido. Ele faleceu no Hospital Municipal de Machados em decorrência dos ferimentos. O pai da vítima, Valdênio Menezes, afirma que o filho era muito querido e morreu tentando fazer o bem:



O corpo do estudante foi sepultado na tarde da última segunda (23), no Cemitério Parque das Flores, no Recife. Ele morava no bairro da Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes. Emmerson estava iniciando o curso de Medicina Veterinária e tinha muitos amigos. O delegado Nicodemos Pedro da Silva, que está à frente das investigações, revela que a briga na Vaquejada começou com uma rixa envolvendo uma mulher:


Mais Lidas