POLÍTICA

Cristovam Buarque diz que PT vive narrativa em dizer que impeachment é golpe

O senador também destacou que o governo interino de Michel Temer ainda está devendo um pacote macroeconômico

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 25/05/2016 às 10:11
Leitura:
Foto: Arquivo/Agência Senado


O senador Cristovam Buarque conversou hoje com a bancada do Passando a Limpo sobre o momento político e o desafio que o governo interino tem enfrentado desde que assumiu o poder. Sobre a presidente afastada Dilma Rousseff, o senador afirma acreditar que ela não volta. “Não vejo a possibilidade do processo de impeachment ser barrado por causa da gravação de Jucá”, disse.

Ainda sobre o impedimento de Dilma, Cristovam Buarque pontuou que ele é fruto do desgaste dela e da raiva da população com a corrupção. “Há um tempo, o PT foi um partido das teses, depois caiu nas narrativas. A última narrativa do PT foi dizer que impeachment é golpe”, destacou o senador.

O pernambucano também mencionou que o Partido dos Trabalhadores vive em uma descrição falsa da realidade e que isso é ruim para a imagem do Brasil lá fora. Partindo para o governo interino do presidente Michel Temer, o senador disse que ainda falta ações: “O governo Temer está devendo um pacote macroeconômico”. Mas, afirmou que as apresentações do presidente interino são muito boas.

Cristovam Buarque ainda destacou que como a luta que o País vive é contra a corrupção, o novo ministério montado por Michel Temer não deveria ter investigados.

Confira a entrevista na íntegra:

Mais Lidas