CRISE

Justiça do Trabalho em PE pode fechar as portas a partir de setembro

O alerta foi dado durante ato no pleno do TRT da 6ª Região que apresentou os cortes no orçamento do órgão

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 25/05/2016 às 14:01
Leitura:
Foto: Reprodução/ Internet

Um ato promovido pelo Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE), nesta terça-feira (24), alertou para a crise financeira que afeta o funcionamento da Justiça do Trabalho em Pernambuco. Participaram do encontro representantes do Poder Judiciário, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e de sindicatos patronais e de empregados.

De acordo com o TRE, a Justiça do Trabalho em Pernambuco teve uma redução orçamentária de R$ 17 milhões em 2016. O plano de contingenciamento adotado inclui demissão de terceirizados e até redução no horário do expediente.

Mesmo assim, o déficit chega a R$ 8 milhões, o que inviabiliza a continuidade dos serviços no formato tradicional, caso não receba mais recursos ou uma flexibilização no orçamento.

Por outro lado, o número de ações trabalhistas em tramitação só aumenta. A desembargadora Gisane Barbosa de Araújo, presidente do Tribunal Regional do Trabalho, fala do aperto:

Mais Lidas