CRISE

Michel Temer anuncia medidas para tentar melhorar a economia

O presidente interino listou ontem as primeiras ações que devem ser tomadas, mas ainda falta aprovação dos congressistas

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 25/05/2016 às 8:34
Leitura:
Foto: Reprodução


Na última terça-feira (24), o presidente interino Michel Temer anunciou as primeiras medidas para tentar aliviar a crise econômica no País. Algumas delas foram utilizar dinheiro do Fundo Soberano para cobrir o endividamento público, devolver R$ 100 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aos cofres do Governo, estabelecer limite de gastos e reformar a previdência social.

Temer prometeu aos líderes dos partidos aliados que não iria surpreendê-los com medidas que não tenham sido discutidas com antecedência. Todas as ações propostas precisam, ainda, da aprovação dos congressistas, mas o Governo não vai contar com o apoio da oposição. O senador Humberto Costa (PT-PE) disse que falta a Temer credibilidade e legitimidade para salvar a economia do País.

Já sobre a situação envolvendo o ex-ministro do Planejamento e senador Romero Jucá, que pediu afastamento do cargo após a divulgação de conversas nas quais trama barrar as investigações da Operação Lava Jato, há novidades: ele foi oficialmente exonerado do cargo de ministro, voltou ao Senado e o PDT já protocolou um pedido de cassação do mandato de senador de Jucá, que também é presidente nacional do PMDB.

Ouça o flash de Romoaldo de Souza:

Mais Lidas