BRASÍLIA

Jurista que já defendeu Marina Silva é novo Ministro da Transparência

Torquato Jardim substitui Fabiano Silveira, que caiu após escândalo

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 01/06/2016 às 9:48
Leitura:
Jurista Torquato Jardim é o novo Ministro da Transparência. Foto: Internet

O governo do presidente interino Michel Temer (PMDB) ganha um novo ministro, em menos de um mês
da substituição da presidente afastada Dilma Rousseff (PT). O jurista Torquato Jardim, especialista em
direito eleitoral, assume o comando do Ministério da Transparência. Ele entra no lugar de Fabiano Silveira, que
caiu após a divulgação em áudios que indicam atuação dele para tentar barrar a Operação Lava Jato.

O escândalo, provocado por gravações feitas pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, derrubou
o segundo minsitro do governo provisório com apenas 17 dias em vigor. O primeiro ministro a cair, com menos de 10
dias no cargo, foi o do Planejamento, Romero Jucá (PMDB), que também foi gravado em conversas com Machado em
que insinua que só o impeachment de Dilma Rousseff poderia "dar um freio" na Lava Jato.

Torquato Jardim ao lado de Marina Silva durante julgamento do registro da Rede em 2013

O novo ministro foi advogado da ex-senadora Marina Silva em 2013, quando o Tribunal Superior Eleitoral negou registro à formação do partido Rede Sustentabilidade por falta de assinaturas.

De acordo com o jornalista Romoaldo de Souza, correspondente da Rádio Jornal em Brasília, a posse do novo ministro Torquato Jardim está marcada para esta quinta-feira (02), no Palácio do Planalto.

Mais Lidas