CLÁSSICO DAS MULTIDÕES

Metroviários ameaçam paralisar se houver vandalismo nas estações

A Polícia Militar afirma que vai reforçar segurança e que estará nas estações duas horas antes do início da partida

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 01/06/2016 às 14:53
Leitura:
Foto: JC Trânsito

Mesmo com a divulgação de reforço na segurança nas estações de metrô durante o Clássico das Multidões, o Sindicato dos Metroviários de Pernambuco afirma que vai monitorar a chegada da Polícia Militar para continuar a oferecer o serviço.

Na noite desta quarta-feira (1º), o Sport Club do Recife e o Santa Cruz vão jogar no Arruda, a partir das 21h, partida válida pela Série A do Campeonato Brasileiro.

A polícia diz que só chegará duas horas antes do início da partida. Segundo a categoria, se o Polícia Militar não estiver nos terminais, as estações vão fechar as portas e só reabrem amanhã, em horário normal, às 5h.

Confira a entrevista com o diretor de comunicação do sindicato, Levi Arruda:

Eles reforçam ainda que se até o início da noite observarem algum tipo de confusão, os metroviários estão livres para exercerem o direito de recusa. Ou seja, a categoria pode paralisar as atividades.

Em nota, a CBTU Recife informa que, caso ocorra paralisação dos maquinistas, a Superintendência da Companhia montou uma operação especial para evitar transtornos aos milhares de passageiros que utilizam o metrô diariamente. A circulação de trens continuará até as 23h, como usual. Mas não detalhou como será esse esquema.

Mais Lidas