INAUGURAÇÃO

TI Joana Bezerra iniciou operação neste domingo

O terminal foi prometido há mais de dez anos e com obras iniciadas há quase cinco

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 05/06/2016 às 20:48
Leitura:
Foto: Lélia Perlim/Rádio Jornal

Prometido há mais de dez anos e com obras iniciadas há quase cinco, o Terminal Integrado Joana Bezerra, na área central do Recife, foi finalmente entregue a população nesse domingo (5). O equipamento deveria ter sido inaugurado em 2013, mas sofreu atraso e despesas adicionais, passando a custar R$ 11 milhões no total. O terminal tem mais de 4.336 metros quadrados, 12 plataformas, lanchonetes, boxes, banheiros, central de atendimento e piso tátil para auxiliar pessoas com deficiência visual e baixa visão. A integração substitui a antiga, inaugurada há 22 anos e conta com as mesmas dez linhas que já estavam operando, apesar de terem sido prometidas quatorze.

“A gente já acompanhou hoje a operação e não teve nenhum problema no desembarque. Na semana toda estaremos acompanhando a operação para garantir a frequência. Estamos com muitos problemas de congestionamento chegando aqui no terminal, mas vamos fazer o máximo para que a operação seja a melhor possível para que o usuário seja atendido. Futuramente aqui vão ter outras linhas que possam ligar esse terminal a outros corredores, mas não temos previsão”, explicou a gerente de fiscalização do Grande Recife, Khátia Sena.

Confira a reportagem de Lélia Perlim:

Ainda segundo o Grande Recife Consórcio de Transportes, no Terminal Integrado Joana Bezerra circulam diariamente 115 veículos, os quais realizam 1200 viagens, atendendo a cerca de 48 mil pessoas.

“Bem organizado, nós estávamos precisando disso, uma organização, porque era muito bagunçado. Agora está tudo sob controle, compatível a quantidade de gente que utiliza aqui durante o dia”, contou um dos usuários no primeiro dia de operação.

O Terminal Integrado Cosme e Damião, em Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, também foi entregue nesse fim de semana. Em operação desde o sábado (4), o equipamento que custou aos cofres públicos R$ 20 milhões, disponibiliza ao usuário apenas duas linhas.

Mais Lidas