VIOLÊNCIA CONTRA MULHER

Idosa que sofreu estupro em Carpina teme voltar para casa depois de crime

A vítima tem 64 anos e relatou que estava em casa quando o homem pulou o muro do quintal da casa dela para cometer o crime

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 07/06/2016 às 14:20
Leitura:
Crime aconteceu em um bairro de Carpina, cidade localizada a 45 km do Recife
Foto: Reprodução/ Google Street View

O delegado Diego Pinheiro, responsável pela investigação do caso de estupro à uma idosa em Carpina, na Zona da Mata Norte do Estado, aguarda o depoimento da vítima e da família dela para encontrar o suspeito. O crime aconteceu na manhã dessa segunda-feira (6).

A mulher, que não teve o nome divulgado, tem 64 anos e estava sozinha, no bairro de Três Marias, em Carpina, quando um homem invadiu o quintal da casa dela e cometeu o crime. A vítima relata como foi abordada. “Eu estava lavando os pratos e ele ‘pinotou’ a cerca com a máscara preta aí ele se agarrou comigo e tapou minha boca para eu não gritar”, contou a vítima.

De acordo com a mulher, o suspeito tem pele morena, estava com capuz preto e aparentava ser jovem. A idosa e os familiares estão com medo de retornar ao município e sofrerem retaliação. Na localidade ninguém comenta o assunto.

O delegado Diego Pinheiro destaca as providências realizadas até o momento e pede para que a população ajude com alguma informação para a localização do suspeito. “A informação que chegou foi a do crime e a gente se preocupou primeiramente de levar ela no IML, para fazer o laudo sexológico e posteriormente ao IMIP. Todas as demais informações estamos aguardando a vítima e as testemunhas para dar início às investigações”, disse.

Confira os detalhes na reportagem de Suelen Fernandes:

O telefone do disque denúncia é o 3421-9595 para a Região Metropolitana do Recife, e o 3719-4545 para o interior do estado.

A Secretaria de Defesa Social informou que somente nestes cinco meses de 2016, 254 casos de estupro contra mulher foram registrados, contra 241 em todo o ano de 2015.

Mais Lidas