MOSQUITO

Moradores denunciam foco do Aedes aegypti no Geraldão

Ginásio de esportes está em obras desde 2013, com previsão de reinaugurar em novembro

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 07/06/2016 às 10:00
Leitura:
Foto: Reprodução/Blog de Jamildo


Moradores da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, estão denunciando focos do mosquito Aedes aegypti dentro do ginásio de esportes Geraldão, localizado no mesmo bairro. Um dos cartões postais do Recife, o Geraldão está em obras desde 2013 e a previsão mais recente de reabertura é para novembro.

O projeto das reformas é orçado em R$ 45 milhões e a proposta da nova capacidade é para 10 mil pessoas, além de alojamento para 160 atletas, oito camarotes, restaurante e estacionamento com 750 vagas. Para as partidas de futebol de salão, vôlei e basquete, o Geraldão ainva vai contar com um placar eletrônico. No entanto, mesmo com a promessa de todos esses luxos, o cenário atual é de água acumulada, ideal para a proliferação do mosquito transmissor da dengue, chicungunha e zika vírus.

Os moradores de ruas próximas ainda sentem os efeitos das arboviroses e cobtram intervenções imediatas. A atendente Simone Silva reclama dos transtornos provocados pela obra da Prefeitura do Recife:



A bancada de oposição na Câmara de Vereadores promete acionar o Ministéro Público a fim de cobrar responsabilidades. A Prefeitura informa que o combate ao mosquito é realizado em todo o bairro da Imbiribeira. Quanto ao canteiro de obras, a informação é de que o prazo do serviço será cumprido. O presidente do Geraldão, Paulo Cabral, afirma que não há nada de caótico no cenário:

Mais Lidas