REAJUSTE

Senado estuda barrar reajuste de servidor que afete os estados

Confira os comentários de Écio Costa na coluna Economia & Negócios desta quinta-feira

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 07/06/2016 às 16:44
Leitura:
Foto: Reprodução internet


Integrantes da base do governo no Senado já admitem que o pacote de reajuste para o funcionamento federal, cujo impacto é estimado em ao menos R$ 58 bilhões até 2019, não será aprovado integralmente pela Casa. Senadores tendem a barrar especialmente as propostas que desencadeariam o chamado “efeito cascata”, aumentando também os gastos de estados e municípios, como a que eleva os salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil.

Sobre o impacto, o economista Écio Costa salienta as dificuldades enfrentadas na arrecadação dos estados. “É preciso, em um momento como esse, tomar medidas sérias de contenção de despesas”, disse.

Confira a coluna Economia & Negócios desta terça-feira (07):

Mais Lidas