ABUSO

Índice de abuso sexual contra mulher é superior aos dados oficiais

Segundo dados do SOS Corpo, o Instituto Feminino para a Democracia, os números sobre abuso sexual contra mulher são maiores do que os fornecidos pela SDS

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 08/06/2016 às 22:21
Leitura:
Foto: reprodução/internet

Dados da Secretaria de Defesa Social (SDS) de Pernambuco mostram que somente nos cinco primeiros meses deste ano, 254 casos de estupro contra mulher foram registrados. Em todo o ano de 2015 foram anotados 241 casos. Mesmo assim, o número tende a ser maior, inclusive em Pernambuco, como aponta a educadora popular do SOS Corpo, Silvia Camuça: "a subnotificação tem a ver com a dificuldade das mulheres denunciarem. Os dados mostram que pelo menos 50% dos dados seletados anualmente por estupro, as vítimas já haviam sido estupradas outras vezes pelo mesmo criminoso, ou seja, são estupros repetitivos, em geral, dentro da família, realizado por pai, padastro ou amigos muito próximos e que a ameaçam".

Ouça na reportagem de Suellen Fernandes:

Diante de campanhas de entidades feministas, movimentos populares e governamentais para o combate a violência contra a mulher, números apontam que os registros de casos de abuso sexual contra pessoas do sexo feminino, no Brasil, são bem menores que os consumados.

Pernambuco conta com catorze delegacias da mulher, e desse número, somente dez tem funcionado no estado. Para a titular da Delegacia da Mulher de Santo Amaro, no Recife, Ana Elisa Sobreira, há uma deficiência de atendimento relacionada ao pouco número de policiais.

Nos casos de estupro, a mulher é encaminhada para o Instituto de Medicina Legal (IML) para fazer exame sexológico e, em seguida, levada a uma Unidade de Saúde para tomar medicamentos preventivos contra doenças sexualmente transmissíveis e uma possível gravidez. É importante que a mulher volte a delegacia para prestar depoimento em caso de estupro para que a investigação tenha início.

Mais Lidas