POLÍTICA

Autora de pedido diz não ter certeza se impeachment será confirmado

Janaína Paschoal teme arquivamento do impeachment e que Dilma não seja definitivamente afastada

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 09/06/2016 às 10:35
Leitura:
A advogada Janína Paschoal diz não ter certeza sobre confirmação do impeachment em segunda votação. Foto: Agência Brasil


Em entrevista ao comunicador Geraldo Freire no quadro "Passando A Limpo" desta quinta-feira (9), a jurista Janaína Paschoal, autora do pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT), alegou que não estar mais convicta de que o afastamento de Dilma seja concretizado e criticou que posicionamento da acusação tem sido cerceado.

"Os crimes de responsabilidade da presidente estão muito bem demonstrados, mas o que eu estou sentindo é uma diferença muito grande no tratamento dispensado à acusação e à defesa. É muito visível que a defesa tenha liberdade pra falar o que bem entender, já quando a oposição vai se pronunciar existe sempre um cerceamento. Eu não consigo formular perguntas! Eu entendo que a acusação não pode ficar cerceada como está sendo", delcarou.

Sobre a reunião da Comissão Especial do Impeachment na última quarta-feira (8), a jurista disse estar preocupada com o que chamou de cerceamento da acusação: "o meu compromisso é dizer a verdade para a população e eu não estou convicta de que esse afastamento seja realizado, porque muitos políticos estão encantados com a ideia de novas eleições e isso sim será um golpe".

Janaína também comentou o comportamento do relator do processo de impeachment, Antônio Anastasia (PSDB-MG). "Eu fico impressionada que o PT tenha coragem de falar que o relator é suspeito, porque até agora tudo que ele fez foi favorável ao PT".

O "Passando A Limpo" discute, de segunda a sexta, os principais assuntos do Brasil e do mundo. Na edição desta quinta, participaram os jornalistas Ivanildo Sampaio, Maria Luiza Borges e Wagner Gomes, sob o comando do comunicador Geraldo Freire.

Mais Lidas