LUANA VITÓRIA

Justiça de Caruaru decide não devolver ainda bebê sequestrada em Boa Viagem aos pais

Luana Vitória, de apenas oito meses, foi levada dos pais, moradores de rua, por um casal detido por maus tratos

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 09/06/2016 às 9:26
Leitura:
Mãe de Luana Vitória lamenta não poder estar com a filha. Foto: Reprodução/TV Jornal


A Justiça de Caruaru, no Agreste do Estado, decidiu por enquanto não devolver a menina Luana Vitória, de oito meses, levada dos pais em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, no final de maio. Os pais biológicos da menina vieram da Paraíba em busca de uma vida melhor no Recife. Luana foi levada enquanto a família dormia numa calçada da Rua Doutor Nilo Dornelas Câmara.

A criança acabou sendo encontrada em Caruaru depois que profissionais de saúde desconfiaram do casal que dizia ser os pais da menina. A dupla está sendo investigada depois que entraram em contradição ao prestar depoimento sobre a origem da bebê. Eles assinaram um Termo Circustanciado de Ocorrência (TCO) e vão ser procurados para mais esclarecimentos.

Já os pais biológicos, Wagner Carlos Nazaré de Albuquerque e Rosângela Nascimento da Silva, estiveram ontem em Caruaru. No entando, o juíz Romeu Patriota, da Vara da Infância, decidiu que o Conselho Tutelar da cidade vai continuar responsável por Luana Vitória. Emocionada, a mãe da menina diz que está sofrendo muito por não ter a filha nos braços:



Luana Vitória é a sexta filha do casal. A coordenadora do Conselho Tutelar de Caruaru, Ilana Mota, diz que a Lei está sendo cumprida:

Mais Lidas