INSEGURANÇA

Polícia investiga se existe relação nos crimes cometidos no pátio de eventos de Caruaru

Homem foi morto na noite de abertura da festa e outro segue internado no Hospital da Restauração após ter sido esfaqueado na mesma noite. Autor do homicídio está preso

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 09/06/2016 às 16:36
Leitura:
Foto: Acervo JC Imagem

O homicídio de Eriovaldo Pereira Torres, de 20 anos, que aconteceu no Parque de Eventos Luiz Gonzaga, no sábado (4), de abertura dos festejos juninos de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, foi motivado após um copo atingir a namorada do suspeito.

Segundo informações da polícia, Jeferson Barbosa da Silva, de 18 anos, que já está preso, foi para o pátio de eventos com um punhal dentro do sapato. Câmeras de monitoramento mostram o momento da confusão que aconteceu na madrugada do domingo.

No mesmo dia, uma outra pessoa foi atingida com sete facadas e está internada no Hospital da Restauração, no Recife.

Leia também: Parque Luiz Gonzaga em Caruaru proíbe entrada de menores desacompanhados

A polícia investiga se Jeferson tem algum envolvimento com esse crime. “A gente não descarta a hipótese, realmente, de terem sido crimes próximos, terem sido na mesma briga. Foi uma briga grande que ocorreu no pátio de eventos, mas a gente não pode deixar de investigar se foi um crime isolado”, explicou o delegado Márcio Cruz, destacando que as manchas de sangue no local do crime estavam próximas.

Confira os detalhes no flash de Alexandre Magnun:

O suspeito foi encaminhado à Penitenciária Juiz Plácido de Souza e ficará à disposição da Justiça.

Em nota, a prefeitura de Caruaru lamentou o ocorrido e disse que reuniões de segurança estão sendo realizadas para avaliar o esquema montado.

Mais Lidas