SEXUALIDADE

Sexualidade as vésperas do Dia dos Namorados

O tema foi assunto da coluna "A cidade e o cidadão" e do "Consultório de Graça" desta sexta-feira (10)

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 10/06/2016 às 22:11
Leitura:
Foto: Internet/Ilustrativa

As vésperas do dia dos namorados, experientes da área deram dicas para falar sobre a arte da sensualidade e importância de manter a paixão acesa. Esse foi o tema do Rádio Livre, na coluna “A Cidade e o Cidadão” e também no “Consultório de Graça”.

Na primeira parte do Rádio Livre na coluna “A Cidade e o Cidadão”, Graça Araújo recebeu a colunista do Social 1, Mirella Martins e também a sexóloga Silvana Melo. No “Consultório de Graça”, foi a vez da sexóloga Valéria Walfrido e do psicólogo Sílvio Ferreira.

Confira os programas na íntegra:

Uma noite especial com o parceiro no dia dos namorados é o que muitos casais pretendem ter, e é lógico que o clima de romantismo não pode ficar de fora. Algumas doses de carinho também podem deixar a relação sexual incrível neste dia.

O sexo oferece para o casal uma intimidade que muitas vezes não acontece no dia a dia. Cada um está voltado as suas preocupações, e o sexo surge como um elemento que nos motiva a ter mais gás, quase como uma realimentação da vida. Uma das coisas importante que o casal deve observar são os gostos, o tempo do outro. É importante buscar saber o que ele gosta, mas, ao mesmo tempo, é necessário um egoísmo sadio, isto é, dizer o que gosta, dar dicas e seduzir.

Outro ponto interessante são as fantasias sexuais - não só no dia dos namorados, mas pode ser um incentivo fora dele também. Elas apimentam o desejo e são formas para que as relações sejam 100% agradáveis. Criar um clima ideal - o ideal, explica a sexóloga, é cultivar amenidades. Não conversar sobre assuntos que gerem ansiedade, que possam criar animosidade ou ressentimento.

Ser pontual para o encontro e preocupar-se com uma boa aparência. Para os casados, por exemplo, é difícil para a mulher ter um marido ríspido e seco durante o dia, e que queira sexo à noite. Um bom vinho ou uma bebida que agrade aos dois - a bebida relaxa. Até certo ponto é afrodisíaca, desperta os sentidos. Mas é preciso moderação, porque depois de um certo ponto, ela sabota.

Desconectar-se, desligar o celular também é importante, não só na hora do sexo, mas na hora de uma conversa com o parceiro. Lugares de descobertas ou de reencontros - buscar ir a lugares que o casal já teve momentos felizes ou que também possam ser uma novidade.

Mais Lidas