ENQUETE

Após quebra de contrato do governo com a Arena, onde Náutico deve mandar seus jogos?

Sem contrato entre o Náutico e a Arena, toda a renda da partida deste sábado será destinada ao clube

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 11/06/2016 às 14:37
Leitura:
Foto: JC Imagem

O Governo de Pernambuco rompeu o contrato com o consórcio que geria a Arena Pernambuco. Consequentemente, não exite mais o acordo entre Náutico e Arena. Enquanto isso, o estádio dos Aflitos não tem condições de receber partidas de futebol.

Toda a renda da partida deste sábado será revertida para o clube.

Em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (10) no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, o Governo do Estado anunciou que vai administrar provisoriamente a Arena Pernambuco pelos próximos sete meses.

A previsão é que uma licitação internacional seja aberta em 60 dias. O objetivo é garantir à empresa privada vencedora a concessão do local.

O secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, disse que já existem empresas interessadas em administrar o lugar. Ele adiantou que em dez dias vai divulgar um calendário com os novos eventos que serão realizados na Arena. “Em breve, a gente vai relatar para vocês, clube a clube, negócio a negócio, a quantidade de jogos, eu tenho dialogado pessoalmente com os presidentes dos clubes e a sensação que nós temos é que teremos mais jogos e mais proximidade com os clubes pernambucanos”, comentou.

O anúncio da nova forma de administrar a Arena vem após a rescisão do contrato com a concessionária encabeçada pela
Odebrecht, em março deste ano.

Mais Lidas