POLÍTICA

Militância em contagem regressiva para visita de Dilma a Pernambuco

Nessa sexta-feira, população foi às ruas do Recife contra o governo do presidente interino Michel Temer

Rádio Jornal Rádio Jornal
Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 11/06/2016 às 18:42
Leitura:
Presidente afastada chega no dia 17 de junho
Foto: Diego Nigro/ Acervo JC Imagem


Após a manifestação intitulada “Fora Temer, Não ao Golpe” que aconteceu nessa sexta-feira (10) pelas ruas do centro do Recife, integrantes da Frente Brasil Popular, CUT, Frente Povo Sem Medo, movimentos sociais, organizações populares e partidos de esquerda se preparam para uma visita da presidente afastada Dilma Rousseff, na próxima sexta-feira ao estado (17).

O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Carlos Veras, fala dos agendamentos para semana que vem. “Vamos fazer atos em todas as agências do INSS contra a reforma na previdência e no dia 17 mais um grande ato com a presidente Dilma”, adiantou.

A manifestação da sexta saiu da Praça do Derby e seguiu até a Praça da República onde representantes das categorias presentes discursaram em defesa da democracia e contra os escândalos de corrupção que envolvem integrantes do governo do presidente interino Michel Temer.

Os detalhes na reportagem de Caroline Santos:

LEIA TAMBÉM: Humberto Costa e Silvio Costa acreditam no retorno de Dilma à presidência

Presidente interino adia visita que faria a Pernambuco

Protesto reuniu militantes a favor da presidente afastada Dilma Rousseff no centro do Recife
Foto: Caroline Santos/ Rádio Jornal

O professor de geografia Marcio Bezerra diz que Temer não pode diminuir as conquistas dos brasileiros. “Eu não aprovo a forma como ele vem conduzindo esse governo pelo fato dele estar na interinidade. Enquanto ele estiver na interinidade eu acho que os ganhos políticos que nós tivemos não deveriam ser mexidos como ele está fazendo”, criticou o professor.

Mais Lidas